Os objetos que todo viajante deve ter

Para ser um advogado de sucesso é preciso sempre andar com a Constituição. Para ser um engenheiro apropriado é bom ser o melhor amigo de calculadoras e réguas. Para ser um jornalista legítimo é necessário ter um celular, um bloquinho e uma caneta à mão.

Todas as atividades e profissões têm objetos que são indispensáveis, que fazem parte do material básico. Para quem é viajante profissional ou somente turistas de horas vagas, a conduta é a mesma.

Descubra, abaixo, alguns dos objetos mais imprescindíveis em qualquer viagem e motivo da importância de cada um:

A BORDO DO AVIÃO

Etiqueta de mala

Pode parecer bobo, mas uma etiqueta de mala pode salvar vidas. Nas esteiras da sala de desembarque, existe uma grande quantidade de malas, todas muito similares. É muito comum ocorrer uma confusão e um passageiro levar para casa ou para o hotel uma bagagem que não é sua. Para não correr este risco, o ideal é utilizar uma etiqueta bem grande e com uma cor bem chamativa.

Passaporte

Levar o passaporte em uma viagem internacional é algo evidente. O que não é tão óbvio, porém, para algumas pessoas, é que se deve carregar o documento (ou, de preferência, sua cópia) para todos os lugares da viagem.

Como já mencionamos no post sobre Dicas para quem vai viajar para o exterior pela primeira vez, este documento é a sua vida em qualquer viagem. Tudo o que temos em um território estrangeiro, para comprovarmos quem somos e de onde viemos, é o passaporte.

Mapas e um guia de viagem

O celular é eficiente, impermeável e tudo mais, porém, um bom e velho mapa (ou guia de viagem) de papel pode ser uma carta na manga. Isso porque o celular nem sempre vai funcionar, tem bateria limitada e internet que nem sempre funciona. Com a antiquada opção, as ruas e lugares estarão (literalmente) sempre à mão.

Diário de viagem

Lembrar de cada passo de uma viagem, para nos recordarmos depois, é algo difícil. Mesmo em tempos de smartphones e fotos digitais, nem sempre conseguimos montar uma linha do tempo ou reconhecer e lembrar dos nomes de todos os locais que visitamos. Um diário de viagem, dessa forma, é a ferramenta ideal para anotarmos cada passo e para recordarmos pequenos detalhes que foram importantes ao longo do passeio.

Caneta

Este é um daqueles objetos que achamos que nunca usaremos durante uma viagem. Há certas situações, entretanto, que inesperadamente pendem por uma caneta.

Um bom exemplo disso, é a bordo do avião em viagens internacionais, quando temos que preencher os formulários de imigração. As companhias aéreas não fornecem canetas para todos os passageiros, por isso é recomendável ter sua própria.

Máscaras para dormir e tampões de ouvido

Viagens longas pendem por uma soneca igualmente comprida. Para aumentar as chances de dormir à noite inteira, é recomendável que os passageiros levem máscaras para evitar as luzes e os movimentos de outros tripulantes. Já os tampões de ouvido são para os barulhos tanto das pessoas, como da própria aeronave.

Fone de ouvido

Para aproveitar o entretenimento de bordo e curtir a viagem é preciso ter fones de ouvido. Certas companhias oferecem o dispositivo, porém, caso contrário, ficar sem o que fazer durante horas e horas pode ser terrível.

Cobertor

Aviões comerciais voam em altitude de cruzeiro, ou seja, a mais de 11 mil metros de altura. Ali, as temperaturas são bem mais baixas e o ar condicionado das cabines não costuma ajudar. Em voos longos, internacionais, portanto, é importante ficar bem aquecido. A maioria das companhias disponibilizam o material, mas não são todas. Garanta o seu conforto!

Almofada de avião

Na mesma linha do conforto do tópico anterior, voos longos são terríveis para dormir e descansar. Causam dores nas costas, braços, pernas… Uma maneira de remediar parte das dores é uma almofada de pescoço.

ELETRÔNICOS E AFINS

Carregador portátil

Um smartphone carregado de aplicativos é um objeto óbvio, tanto para viagens, como para a vida diária. O carregador portátil, por outro lado, nem tanto.

Andando de um lado para o outro, sem parar, e tirando fotos de tudo e de todos acaba com a bateria do celular em um piscar de olhos. Para não ficar na mão, é recomendável ter um carregador que possa recarregar o aparelho em qualquer lugar.

Cabos USB e cartões de memória

Fotos ocupam um espaço absurdo em celulares e câmeras. Nem sempre contando com o acesso à internet, passar estes arquivos para a nuvem torna-se um processo difícil. Cartões de memória e cabos USB são uma outra opção, uma alternativa, para passar estas imagens de um dispositivo para outro e conseguir mais espaço para continuar tirando fotografias aqui e acolá.

Adaptador de tomada

Tomadas podem ser uma surpresa. Certos países podem ter seu próprio formato peculiar. Por isso, vale uma pesquisa na internet para descobrir qual o contorno utilizado no local da viagem. Depois da busca é só comprar e guardar na mala.

GUARDA-ROUPA

Sapatos confortáveis

Andar é uma atividade comum em todos os tipos de viagem, mas principalmente nas turísticas. Para aproveitar da melhor e mais eficaz maneira, sapatos confortáveis são itens de primeira instância.

Roupa de banho

Sim, isso mesmo. Roupas de banho são imprescindíveis, mesmo em lugares com climas secos ou frios. Nunca se sabe quando iremos nos deparar com piscinas ou saunas. Às vezes, o próprio hotel pode oferece esse tipo de serviço inesperadamente. Esse tipo de roupa, portanto, é uma carta na manga.

Cadeados

Para a mala, para o guarda roupa ou até para cofres, carregar um cadeado é uma questão de segurança. Em viagens em que a hospedagem é baseada em hostels, esse item é básico para manter os pertences sãos e salvos.

SAÚDE

Repelente

Em viagens para grandes cidades ou áreas urbanas, levar um repelente não é tão necessário assim. Porém, para lugares com natureza abundante ou áreas mais afastadas é uma questão de saúde. Nunca se sabe, com absoluta certeza, que tipo de mosquito pode existir pela região, por isso é melhor prevenir do que remediar…

Remédios (primeiros-socorros)

Caso seja necessário remediar é melhor que seja com os seus próprios medicamentos – de preferência, indicados por um médico. Depender de farmácias em um outro país pode ser uma situação complicada. Nem todos os remédios que estamos acostumados no Brasil podem estar disponíveis, permitidos ou conhecidos em outros lugares.

________________________________________________________________________________________

Gostou das nossas dicas?

Na hora de fazer uma viagem internacional, não esqueça de fazer uma cotação de moeda estrangeira pelo Portal do BoaTaxa. Nele, você compara os preços praticados em diversas corretoras de câmbio e pode finalizar a sua operação online com a que escolher.

Compartilhe isso nas redes sociais:
0
Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será divulgado.